Última hora

Última hora

Bruxelas quer reorganizar força europeia

Em leitura:

Bruxelas quer reorganizar força europeia

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da Defesa da União Europeia prepararam-se para reduzir a 1.500 efectivos a EUFOR estacionada na Bósnia.
A decisão final vai depender da evolução política no país balcânico que foi a eleições no domingo. O alto representante para a Política Externa da UE, Javier Solana, realçou o consenso dos 25 para diminuir o número de militares destacados. A confirmar-se esta medida significa que os 6.000 homens de 33 países adstritos à Operação Althea não passarão de um batalhão de 1.500.

Falando à margem da reunião informal dos titulares da Defesa na localidade finlandesa de Levi (Lapónia, norte), Solana insistiu no facto de não ter sido definido um calendário para a retirada dos soldados antes ver” como progride a situação na Bósnia e, também, no Kosovo.

Na província sérvia de maioria albanesa, sob administraçã o da ONU desde meados de 1999 as negociações entre Belgrado e Pristina estão em curso.Na vertente da melhoria da capacidade de reacção das forças europeias, os ministros da Defesa puseram o acento tónico no lançamento, a partir de 01 de Janeiro de 2007, dos chamados batalhões de resposta rápida.