Última hora

Última hora

As promessas difíceis de cumprir de Abbas a Rice

Em leitura:

As promessas difíceis de cumprir de Abbas a Rice

Tamanho do texto Aa Aa

Recuperar a confiança e as ajudas internacionais ou pôr termo ao clima de divisão e guerra civil, é o difícil dilema a que se enfrenta Mahmoud Abbas. O presidente palestiniano recebeu hoje em Rhamallah a Secretária de Estado norte-americana Condolezza Rice a quem fez promessas difíceis de cumprir. Abbas assegurou que nomeará um novo executivo palestiniano de união nacional, que garantiu, “irá respeitar os acordos firmados no passado com Israel”, ao contrário do actual governo do Hamas.

Esta manhã o presidente tinha anunciado a interrupção das discussões com o partido islâmico com vista à formação de um governo de união nacional, ameaçando dissolver o parlamento e formar um novo executivo nas próximas semanas se se mantiver a situação de impasse.

Uma mensagem bem recebida por Condoleeza Rice que retribuiu reafirmando o compromisso de Washington com Abbas com vista à criação de um Estado Palestiniano. Rhamallah e Washington falam assim a uma só voz para tentar, uma vez mais, pressionar o Hamas a aceitar ceder o poder a uma coligação com o Fatah. Ontem, o primeiro-ministro Ismael Hanyieh tinha no entanto excluído qualquer hipótese de convocar eleições antecipadas, denunciando o que chamou de estratégia de “dividir para reinar”, aplicada pela diplomacia norte-americana.