Última hora

Última hora

Braço de ferro, armado, entre Fatah e Hamas

Em leitura:

Braço de ferro, armado, entre Fatah e Hamas

Tamanho do texto Aa Aa

A morte de um líder do Hamas esta manhã na Cisjordânia ameaça agravar a violência entre grupos rivais nos territórios palestinianos. Mohammed Odeh, enterrado esta tarde, foi assassinado por três homens encapuçados à saída de uma mesquita em Qalquilia a noroeste de Rhamallah. A acção não foi reivindicada.

Desde a semana passada que os confrontos armados a opôr elementos do Fatah e do Hamas provocaram pelo menos 12 mortos. Ontem, as brigadas dos mártires de Al-Aqsa, grupo próximo do partido Fatah tinha divulgado um comunicado onde ameaçava matar responsáveis do Hamas.

Na base da crispação está o atraso no pagamento de salários aos funcionários públicos e forças de segurança, após o corte das ajudas internacionais há oito meses. Uma medida motivada pela eleição do Hamas e que vira agora a população contra o partido que elegeu em Abril.