Última hora

Última hora

Escândalo sexual afecta republicanos americanos a semanas das eleições para o Congresso

Em leitura:

Escândalo sexual afecta republicanos americanos a semanas das eleições para o Congresso

Tamanho do texto Aa Aa

A poucas semanas das eleições para o Congresso, a direita americana teme as consequências do novo escândalo a envolver um deputado republicano. Mark Foley, 52 anos, demitiu-se na sexta-feira após a revelação de e-mails comprometedores que o deputado terá trocado com adolescentes de sexo masculino que trabalham no Congresso. O seu advogado nega qualquer contacto sexual e afirma que o cliente só enviava e-mails quando estava sob influência de álcool.

Debaixo de fogo está também o presidente da Câmara dos Representantes. Denis Hastert recusa demitir-se, rejeitando as acusações de ter fechado os olhos face ao comportamento de Foley.

Trata-se de um novo golpe para os Republicanos que a 7 de Novembro tentam manter a maioria nas duas câmaras do Congresso. O próprio presidente americano veio a público dizer que está chocado.

Foley, que tinha quase assegurada a reeleição pela Florida, vê-se agora alvo de um inquérito estatal e federal, depois de ter sido apanhado por uma lei que ele próprio apresentou.