Última hora

Última hora

Alemanha já tem plano para reforma do sistema de saúde

Em leitura:

Alemanha já tem plano para reforma do sistema de saúde

Tamanho do texto Aa Aa

O governo da Alemanha chegou a acordo para a reforma do sistema de saúde, um plano que era considerado vital para a sobrevivência da denominada grande coligação. Após uma reunião-maratona, a chanceler Angela Merkel anunciou o compromisso. Referiu que “as medidas têm como objectivo melhorar o sistema de saúde, dando uma maior escolha aos beneficiários”. A chefe de governo disse também que a “reforma vai permitir uma maior transparência, um financiamento mais eficaz e um reforço da competitividade entre as entidades que participam no sistema de saúde”.

Apesar do acordo, a adopção da reforma ainda está dependente do enquadramento jurídico, como disse Edmund Stoiber, líder da CSU. O compromisso foi conseguido após um consenso sobre o chamado principio de solidariedade que acaba com o sistema a duas velocidades entre públicos e privados e que prevê uma maior equidade entre as caixas de previdência.

A parte central da reforma é o estabelecimento de um fundo centralizado de contribuições que distribuirá uma determinada soma por contribuinte às várias caixas de previdência, que são mais de 250, e às entidades privadas envolvidas. Este acordo era considerado como o mais duro teste ao governo de coligação e deverá entrar vigor em 2009.

O sistema de saúde alemão é um dos mais caros e complexos do Mundo. Este ano, prevê-se um défice de sete mil milhões de euros. A sua sustentabilidade está ameaçada com o aumento das despesas, o envelhecimento da população e a elevada taxa de desemprego.