Última hora

Última hora

Governo alemão chega a acordo para reformar sistema de saúde

Em leitura:

Governo alemão chega a acordo para reformar sistema de saúde

Tamanho do texto Aa Aa

A grande coligação alemã chegou a um acordo sobre a reforma do sistema de saúde, um projecto central do programa de governo. Faltam apenas vencer as últimas reticências dos conservadores da Baviera sobre alguns pormenores. O entendimento foi anunciado por Angela Merkel, esta madrugada, após uma ronda de sete horas de negociações, na chancelaria em Berlim, entre a CDU, o SPD, liderado por Kurt Beck, e a CSU, de Edmund Stoiber.

A chanceler afirma que “a reforma vai modificar profundamente o sistema de saúde alemão”. As posições eram a início opostas e as negociações fizeram temer pela estabilidade do executivo. Para os críticos, o projecto fica aquém do esperado.

Segundo as linhas gerais definidas em Julho, a partir de Janeiro de 2009, será criado um fundo centralizado de contribuições que distribuirá uma determinada soma por contribuinte às várias caixas de previdência. Só no sector público são duzentos e cinquenta às quais se juntam as entidades privadas.

O sistema de saúde alemão é um dos mais caros e complexos do Mundo. Este ano, prevê-se um défice de sete mil milhões de euros e a sua sustentabilidade está ameaçada com o aumento das despesas, o envelhecimento da população e a elevada taxa de desemprego.