Última hora

Última hora

Rolls Royce suspende fabrico de motores para o A380

Em leitura:

Rolls Royce suspende fabrico de motores para o A380

Tamanho do texto Aa Aa

A Rolls Royce suspendeu, por um ano, o fabrico de motores Trent 900 para o avião A380 da Airbus. A companhia tomou esta decisão depois dos atrasos anunciados nas entregas do maior avião comercial do Mundo. O A380 só vai começar a ser entregue no final de 2007, um ano depois do previsto. A Rolls Royce diz que a decisão não vai afectar o quadro de pessoal.

Este é mais um problema para acrescentar à lista de contrariedades que a construtora aeronáutica europeia, filial da EADS, tem vindo a enfrentar, com o anúncio de vários atrasos no programa de entregas, que levaram já à demissão de alguns dos mais altos responsáveis.

O A380 é fruto do trabalho conjunto de vários países. O avião é montado na fábrica onde está instalada a sede da Airbus, em Toulouse, França, mas as partes vêm de fábricas espalhadas por França, Espanha, Alemanha e Reino Unido, que além de fornecer as asas, fornece também os motores da Rolls Royce.

O atraso no prazo de entregas foi causado por problemas com o meio milhar de quilómetros de cabos eléctricos que equipam cada um dos exemplares do novo avião. A Rolls Royce vai parar de fabricar os motores para a Airbus enquanto a situação não estiver resolvida, na construtora europeia, mas nem por isso vai deixar de produzir o Trent 900, já que este motor é também utilizado plo novo modelo da Boeing, o 787, também baptizado Dreamliner.

O novo aparelho da construtora aeronáutica norte-americana, desenhado para viagens de longo curso, está a ser construído. A fábrica onde vai ser feita a montagem final do produto é inaugurada no próximo ano e o voo inaugural deve ser feito também durante 2007. A entrada ao serviço está prevista para 2008.