Última hora

Última hora

Acidente de avião lança pânico em Nova Iorque

Em leitura:

Acidente de avião lança pânico em Nova Iorque

Tamanho do texto Aa Aa

Um avião que colide contra um torre, o fumo, o inferno das chamas e o pânico. O cenário reproduziu-se no centro Manhanttan, em Nova Iorque, a lembrar o pesadelo do 11 de Setembro há cinco anos. Depois da psicose inicial foi afastada a ideia de atentado terrorista para se concluir que tudo não passou um acidente trágico para os dois ocupantes do aparelho que encontraram a morte. Entre as vítimas um conhecido jogador de Base-baal, Cory Lidle, proprietário do aparelho que se despenhou contra um arranha-céus localizado na zona leste de Manhattan rua 72. O impacto verificou-se ao nível do vigésimo primeiro andar, uma área de apartamentos, imediatamente evacuados assim como todos os imóveis do bairro.

“O acidente soou como uma bomba” conta uma mulher, “e não estamos certos de que não tenha sido. A rua estava coberta de fumo. A notícia do acidente lançou um certo nervosismo na bolsa de Nova Iorque que registou uma acentuada queda.
Administração Federal da Aviação confirmou o aparelho voava à vista no corredor aéreo sobre o East River, pelo que não mantinha contacto com os controladores aéreos.