Última hora

Última hora

Colisão de avioneta contra prédio causa duas mortes em Nova Iorque

Em leitura:

Colisão de avioneta contra prédio causa duas mortes em Nova Iorque

Tamanho do texto Aa Aa

Está confirmada a morte de duas pessoas no seguimento da colisão de uma avioneta contra um arranha-céus de Manathan. O aparelho despenhou-se contra um edifício situado na 72ª avenida ao nível do vigésimo primeiro andar. O FBI afirma que não há razões para acreditar que se trate de um acto terrorista mas a força aérea norte-americana enviou caças de patrulha para várias cidades.

Estão confirmadas duas mortes, a de Cory Lidle, lançador de basebol dos Yankees, que pilotava a avioneta, e a do seu instrutor. O acidente fez com que o medo regressasse à mente de muitos nova-ioquinos.

“Vi o avião perder altitude e a asa direita virou-se e disse à pessoa com quem estava ao telefone porque é que este avião está a fazer acrobacias no centro de Nova Iorque?”, contou uma traseunte.

“Pensei que fosse terrorismo. Foi por usso que comecei a correr e a gritar para que chamassem a polícia”, referiu outra mulher.

Mais de cem bombeiros acorreram ao local. O edificio tinha 50 andares e 183 apartamentos e situava-se na zona de corredor aéreo de aparelhos de pequeno porte, daí que seja privilegiada a tese do acidente. Segundo testemunhas, o avião já estava a arder quando colidiu contra o prédio. Um porta-voz da Casa Branca indicou que o nível de alerta não foi alterado.