Última hora

Última hora

Cruz Vermelha reúne-se com responsáveis da Al-Qaida

Em leitura:

Cruz Vermelha reúne-se com responsáveis da Al-Qaida

Tamanho do texto Aa Aa

Uma delegação da Cruz Vermelha Internacional encontrou-se esta semana com os 14 responsáveis da Al-Qaida detidos na prisão de Guantánamo, em Cuba. Entre eles o alegado mentor dos ataques do 11 de Setembro, Khalid Sheikh Mohammed. O Pentágono confirmou esta quinta-feira a informação, dando assim provimento a uma solicitação da Cruz Vermelha datada de 25 de Setembro. Os 14 detidos foram transferidos para Guantánamo no dia 7 do mês passado e estão a ser tratados de acordo com as Convenções de Genebra. Antes, os prisioneiros encontravam-se detidos em prisões secretas da CIA espalhadas pelo mundo.

Entretanto chegaram ao Afeganstão 16 homens que estiveram detidos em Guantánamo, alguns durante quatro anos. Todos negam terem pertencido à rede Al-Qaida ou aos talibã e acusam os Estados Unidos de os tratarem de forma inumana: “Éramos tratados como animais, não como seres humanos. Recebiamos um tratamento cruel e o comportamento dos americanos era inimaginável.”

Também esta quinta-feira, pela primeira vez, Londres dissociou-se de forma clara do aliado americano na questão de Guantánamo. A ministra britânica dos Negócios Estrangeiros, Margaret Beckett, pediu o fecho do campo por considerar as condições dos prisioneiros inaceitáveis e as detenções ineficazes em matéria de luta contra o terrorismo.