Última hora

Última hora

Genocídio arménio envenena relações franco-turcas

Em leitura:

Genocídio arménio envenena relações franco-turcas

Tamanho do texto Aa Aa

As relações entre Paris e Ancara sofreram “um rude golpe”, afirma o executivo turco depois do parlamento francês ter aprovado esta manhã um projecto-lei que criminaliza a negação do genocídio arménio em 1915 pelas forças otomanas. O texto proposto pela oposição socialista foi aprovado com 106 votos favoráveis e 19 contra. O documento tem ainda de ser discutido no senado e receber o aval do chefe do Estado. De acordo com o projecto-lei, quem negar o genocídio arménio pelo exército turco pode ser punido com uma pena até um ano de prisão e uma multa de 45.000 euros.

O projecto-lei dividiu os parlamentares e à falta de acordo na bancada da maiora, os deputados da UMP ausentaram-se do hemiciclo na hora do voto. O governo francês, considera a lei desnecessária e valoriza as relações com a Turquia. Pela sua parte, a comissão europeia criticou o projecto-lei hoje aprovado.