Última hora

Última hora

Taliban executam novos ataques

Em leitura:

Taliban executam novos ataques

Tamanho do texto Aa Aa

Duas crianças e um polícia afegãos morreram e mais 11 pessoas, incluindo soldados britânicos, ficaram feridas em dois ataques suicidas no sul e no leste do Afeganistão. Um dos ataques ocorreu em Lashkar Khan, capital da província de Helmand, sul do país e visou um comboio militar britânico. A morte de um mlitar foi confirmada por Londres. O secretário Geral da Nato já pediu reforços. Cinco países responderam positvamente.

Os taliban têm-se reagrupado desde que foram derrubados do poder em 2001 e nos últimos meses têm-se mostrado particularmente activos. Os confrontos multiplicam-se. Em Paktika, junto à fronteira com o Paquistão teve lugar a última batalha que fez 32 mortos entre os taliban e três prisioneiros. “Os Mollahs no Paquistão, disseram-me que devia vir combater os inféis que invadiram o Afeganistão”, conta um dos prisioneiros.

Entre os mortos há yemenistas, chechenos, sauditas e turcos. A batalha durou cinco horas. Entretanto, os sequestradores do fotógrafo italiano Gabriele Torsello, capturado na passada quinta-feira no Afeganistão, fizeram uma nova exigência para a sua libertação, a retirada “de todos os soldados italianos” do país. A Itália tem cerca de 1.800 soldados no Afeganistão no âmbito da Força Internacional de Assistência à Segurança. O ministro italiano da Defesa, Arturo Parisi, fez saber que retirada das suas tropas está, para já, fora de questão.