Última hora

Última hora

Acordo russo-ucrâniano vai evitar crise de abastecimento de gás à Europa

Em leitura:

Acordo russo-ucrâniano vai evitar crise de abastecimento de gás à Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Durante este Inverno vai haver gás natural em toda a Europa, graças a um acordo que deverá ser formalizado hoje entre a Rússia e a Ucrânia. O documento que vai ser assinado em Kiev, impedirá a repetição do cenário do ano passado. Em Janeiro, um conflito entre a Rússia e a ex-república soviética sobre os preços do gás levou à suspensão do fornecimento do combustível aos países europeus. Isto porque a maior parte do gás natural russo, do qual dependem os países europeus, chega à Europa através da Ucrânia.

O primeiro-ministro pró-russo, Viktor Ianoucovitch, que tomou posse depois do episódio da vaga de frio nas casas europeias, anunciou que após longas negociações, o preço do gás será fixado hoje.

O gigante russo Gazprom tem o monopólio da exportação de gás na Rússia e assegura um quarto das necessidades deste combustível para aquecimento na Europa. Cerca de 80% deste volume passa pela Ucrânia.