Última hora

Última hora

Envenenamento por alcool preocupa Moscovo

Em leitura:

Envenenamento por alcool preocupa Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

O envenenamento alcoólico pode motivar a introdução do estado de emergência na região russa de Irkutsk, na Sibéria. Este é o reflexo de um problema que se estende por todo o país. De acordo com as autoridades sanitárias só nas últimas semanas registou-se uma centena de mortos e mais de 2.500 pessoas foram internadas. De facto, esta é uma catástrofe que se arrasta há longos anos no país.

Segundo a revista médica The Lancet, cerca de um terço das mortes de indíviduos do sexo masculino são atribuídas ao alcool, um número que inclui acidentes e assassinatos. Além das bebidas falsas que são lançadas no mercado, a grande preocupação reside no consumo exorbitante de beberagens alcoolizadas com tóxicos baratos que substituem as tradicionais bebidas. As autoridades nacionais estimam que anualmente morram 42.000 pessoas por envenamento.

O elevado estado de dependência alcoólica e a pobreza levam muita gente a inventar as suas próprias beberagens. Perfume, óleo para travões, desinfectantes, acetona, são alguns exemplos de produtos que muitos não hesitam consumir para suprir a falta de uma bebida espirituosa.