Última hora

Última hora

Sérvia referenda nova Constituição que defende unidade territorial

Em leitura:

Sérvia referenda nova Constituição que defende unidade territorial

Tamanho do texto Aa Aa

Fim-de-semana eleitoral para reforçar a unidade da Sérvia. Mais de seis milhões e meio de eleitores são chamados a pronunciar-se, em referendo, sobre a nova Constituição, que apresenta o Kosovo como parte integrante do país. Os principais partidos apelaram ao voto no “sim” e as sondagens mostram que a Carta Magna será aprovada com 90% dos votos. Para validar o resultado é necessário 50% de participação durante os dois dias de consulta.

O presidente sérvio, Boris Tadic, considera que “a nova Constituição não vai resolver o problema do Kosovo, mas permitirá defender melhor os interesses territoriais do país”. Após o desmembramento jugoslavo dos anos noventa, o mal-estar dos sérvios acentuou-se em Maio, aquando da independência do Montenegro e a perda do acesso ao Mar. Além disso, está em debate o futuro estatuto do Kosovo, com os albaneses a exigirem a independência. Na província, administrada pela ONU, o clima é tenso. Os albaneses vão boicotar o referendo que dizem ilegal, enquanto, os sérvios, por exemplo, em Mitrovica, se manifestam a favor da nova Constituição.