Última hora

Última hora

Petrolíferas assinam acordos

Em leitura:

Petrolíferas assinam acordos

Tamanho do texto Aa Aa

O Estado boliviano assinou os dois primeiros contratos com petrolíferas estrangeiras interessadas em explorar os recursos energéticos do país. Depois da chegada ao poder de Evo Morales, o presidente nacionalizou no mês de Maio as riquezas do subsolo e deu um prazo de seis meses às companhias para renegociarem as concessões ou abandonarem a Bolívia.

A francesa Total e a americana Vintage foram as primeiras companhias a alcançar um novo entendimento com o governo. Outras prosseguem ainda as negociações quando o prazo dado por Morales está quase a terminar. Além de uma melhor repartição dos lucros e de um maior controlo sobre a produção, as companhias vão investir no país, tornando-se associadas e não proprietárias, declarou o presidente Morales após a assinatura.

A Bolívia é o país mais pobre da América do Sul mas possui as maiores reservas de gás natural da região a seguir à Venezuela.