Última hora

Última hora

Desemprego e precaridade atingem um em cada três jovens

Em leitura:

Desemprego e precaridade atingem um em cada três jovens

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego entre a população mais jovem esteve a crescer, nos últimos anos. Um novo estudo, publicado pela Organização Internacional do Trabalho, diz que os jovens entre os 15 e os 24 anos representam metade do total de desempregados a nível mundial e, entre os que têm emprego, são muitos a viver em situação precária.

José Manuel Salazar, da OIT, explica a situação: “Em 2005, mais de 300 milhões de jovens estavam a trabalhar em situação precária, ou seja, abaixo do limiar da pobreza, fixado em dois dólares por dia”.

Em dez anos, o número de jovens desempregados entre os 15 e os 24 anos subiu 14,8%, dos 74 para os 85 milhões.

Estima-se que os desempregados e os trabalhadores em situação precária representem um terço do total de jovens. Jelena, de uma organização sérvia de empregadores, critica esta situação: “Os jovens são vistos, não só pelos empregadores, como pela sociedade no seu todo, como um activo, que tem de ser acarinhado e no qual se deve investir”.

A hipótese de um jovem estar no desemprego ou em situação precária é três vezes mais provável que nas faixas etárias superiores. A tendência é mais marcada nos países em vias de desenvolvimento.