Última hora

Última hora

Governo reforça luta contra a violência urbana

Em leitura:

Governo reforça luta contra a violência urbana

Tamanho do texto Aa Aa

Reunião de crise do governo francês sobre a segurança e os transportes públicos, depois de mais um fim-de-semana de violência urbana. O executivo vai endurecer a luta contra o fenómeno e tem um projecto pronto para apresentar no parlamento.

O primeiro-ministro, Dominique de Villepin disse que os que “encorajam” estes actos também serão perseguidos e apelou às testemunhas para se manifestarem e que o podem fazer sob anonimato.

Segundo o ministro do Interior, “não é por serem vítimas de racismo e violência que os jovens vão melhorar o seu dia-a-dia, incendiando os carros dos vizinhos, eles também vítimas de racismo e violência”. Nicolas Sarkozy, afirma que os meios estão em marcha para deter os responsáveis independentemente da idade destes.

Potencial candidato ao Eliseu, Sarkozy quer a revisão da lei de 1945, que estabelece os 18 anos como idade mínima para a responsabilidade penal ser aplicada.

Nos últimos dias, quando se comemora o primeiro aniversário das violências que levaram o governo a decretar o estado de emergência, pelo menos oito autocarros foram incendiados. O caso mais grave ocorreu em Marselha onde uma estudante senegalesa sofreu queimaduras em mais de 70% do corpo.

A poucos meses das presidenciais, travar o recrudescimento da violência é o principal objectivo do governo francês