Última hora

Última hora

China e EUA garantem que Coreia do Norte vai voltar ao diálogo sobre o nuclear

Em leitura:

China e EUA garantem que Coreia do Norte vai voltar ao diálogo sobre o nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Norte deverá voltar à mesa das negociações para discutir o programa nuclear. A garantia foi dada pelo chefe da diplomacia chinesa. Depois de um ano em que o diálogo esteve suspenso, e três semanas após um primeiro ensaio nuclear, Pyongyang terá aceite aceita a proposta da comunidade internacional: prescindir da ambição nuclear em troca de contrapartidas.

O chefe da diplomacia chinesa, Liu Jianchao, explica que a China tem relações económicas e comerciais privilegiadas com a Coreia do Norte. O que interessa é o desenvolvimento do país e a qualidade de vida das pessoas que aí vivem.

Fazem parte das discussões com os norte-coreanos a Coreia do Sul, a Rússia, a China, o Japão e os Estados Unidos.

O presidente George W.Bush ficou bastante satisfeito e agradece às autoridades de Pequim o facto de terem conseguido resolver o impasse nas negociações. Por isso, agradece também aos sul coreanos, aos japoneses e aos russos por terem conseguido que a Coreia do Norte volte ao diálogo.

Segundo os responsáveis chineses, em Novembro ou Dezembro haverá uma reunião informal. O encontro que resolveu o impasse decorreu na embaixada da Coreia do Norte em Pequim.

Nenhuma destas informações foi confirmada pelas autoridades norte-coreanas.