Última hora

Última hora

Italianos apoiam envio de exército para o sul do país

Em leitura:

Italianos apoiam envio de exército para o sul do país

Tamanho do texto Aa Aa

São cada vez mais as vozes que se levantam para que Roma envie soldados para o sol de Itália, para acabarem com os incidentes violentos dos últimos dias em Nápoles. A mobilização de apoio a esta medida surge no seguimento de algumas notícias publicadas pela imprensa transalpina e que davam conta das intenções do governo reforçar as forças policiais da região com mil e trezentos efectivos.

Para o ministro da Justiça, Clemente Mastella, “o exército pode existir com outros meios e não é um tabu falar de utilizar o exército em Nápoles, porque há que fazer face à insegurança e ao medo que a população sente.”

A possibilidade do governo enviar o exército foi levantada após mais um assassínio em plena rua, o do cunhado de um chefe da “Camorra” napolitana, de 33 anos. Nas últimas semanas nove pessoas morreram, em Nápoles, vítimas de ajustes de contas entre famílias mafiosas.

Em Messina, na Sicília, foram detidas 23 pessoas no âmbito de outra operação anti-máfia.