Última hora

Jovens suspeitos de incêndio de autocarro vão a tribunal

Em leitura:

Jovens suspeitos de incêndio de autocarro vão a tribunal

Tamanho do texto Aa Aa

Os cinco adolescentes, suspeitos da autoria do incêndio de um autocarro em Marselha, compareceram hoje em tribunal, onde deverão ser formalmente acusados. Os jovens, com idades entre os 15 e os 17 anos, foram detidos na terça-feira de madrugada num bairro dos subúrbios de Marselha, próximo do local onde o autocarro foi incendiado.

Fonte próxima do inquérito revelou que alguns já terão confessado o crime. Na sequência do incêndio, uma estudante de origem senegalesa de 26 anos ficou com queimaduras em mais de 60% do corpo e continua entre a vida e a morte na unidade de queimados do hospital de Marselha, no sul de França.

O ministro do Interior Nicolas Sarkozy defendeu que, no caso de jovens reincidentes, a inimputabilidade pelo facto de serem menores devia ser abolida. Se assim for decidido neste processo e caso a vítima sobreviva, mas fique com incapacidade permanente, os suspeitos incorrem numa pena de 30 anos de cadeia. Se a vítima morrer, poderão ser condenados a prisão perpétua.