Última hora

Última hora

Milhares de manifestantes exigem a demissão do presidente do Quirguistão

Em leitura:

Milhares de manifestantes exigem a demissão do presidente do Quirguistão

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 10 mil pessoas marcharam até ao parlamento do Quirguistão para exigir a demissão do chefe de Estado Kurmanbek Bakiev.

Estão mobilizados pelo menos três mil polícias para controlar os protestos na capital Bichkek.

E tal como prometeram, começaram a montar tendas em frente ao edifício da presidência, onde vão permancer até que vejam satisfeitas as exigências.

A oposição reclama o cumprimento das promessas feitas no ano passado na Revolução das Tulipas.

Um deputado diz que “a corrupção tem de acabar, e tem de acabar também o caos no sistema governamental”. Querem “liberdade no sentido total do termo”.

O presidente Kurmanbek Bakiev tenta acalmar a contestação dizendo que vai apresentar várias propostas ao parlamento na próxima segunda-feira.

Só que até lá, o chefe de Estado pode contar que os protestos não vão terminar.

Bakiev foi eleito no ano passado com 90 por cento dos votos, depois dos protestos contra o predecessor e a consequente Revolução das Tulipas . Comprometeu-se a fazer uma reforma na Constituição para tirar poderes ao presidente e dar mais força ao parlamento.