Última hora

Última hora

Fraca mobilização no 2º dia de manifestações

Em leitura:

Fraca mobilização no 2º dia de manifestações

Tamanho do texto Aa Aa

Muito menor, a mobilização esta sexta-feira da oposição no Quirguistão que exige a demissão do presidente e do primeiro-ministro. O chefe do executivo acusou por seu turno a oposição de estar a “preparar um golpe de Estado”. No segundo dia de protestos na capital Bichkek estiveram pouco mais de 3000 manifestantes contra os mais de 10 mil da jornada anterior.

Em causa esta a reforma constitucional a limitar os poderes presidenciais e a luta contra a corrupção que Kurmanbek Bakiev prometeu, antes de ter sido eleito com 90% dos votos, no ano passado, depois da chamada Revolução das Túlipas que mandou para o exílio em Moscovo o antigo presidente Askar Akayev.

Esta sexta-feira, cerca de 500 manifestantes marcharam até à sede da televisão e conseguiram que lhes fosse concedido, no horário nobre, 30 minutos de tempo de antena para exporem as suas ideias à população. Para segunda-feira, o dia em que Bakiev prometeu apresentar ao Parlamento o projecto de reforma da Constituição, a oposição já convocou outra manifestação.