Última hora

Última hora

Nicarágua vai às urnas

Em leitura:

Nicarágua vai às urnas

Tamanho do texto Aa Aa

O líder sandinista e antigo chefe de Estado nicaraguense Daniel Ortega parte como favorito para as eleições presidenciais deste domingo na Nicarágua, face a uma direita dividida. A primeira volta do escrutínio apresenta-se assim muito disputada com a possibilidade de Ortega obter os 35 por cento dos votos com cinco por cento de vantagem necessária para ser eleito.
A segurança foi reforçada com milhares de polícias e soldados deslocados para diversos pontos do pais tendo em vista a garantia de eleições pacíficas.

O processo eleitoral está a ser acompanhado por cerca de 900 observadores estrangeiros e 16.000 nacionais.
As últimas sondagens dão um confortável avanço ao líder sandinista, com 30 a 34 por cento das intenções de voto, contra 22 a 25 por cento para Eduardo Montealegre, da Aliança Nacional Nicaraguense.

Antigo banqueiro e actual ministro das Finanças Montealegre conta com o apoio de Washington. O terceiro candidato entre cinco concorrentes, José Rizo vê-lhe atribuidos 17 a 19 por cento dos votos. Tal como na maioria das eleições recentes na América Latina assiste-se a uma luta de influência entre os Estados Unidos e os regimes venezuelano e cubano. A Nicarágua é um dos países mais pobres da América Latina com 2,3 milhões de pessoas, a viver na pobreza extrema e uma taxa de analfabetismo próxima dos 30 por cento.