Última hora

Última hora

A condenação de Saddam à morte divide o Ocidente

Em leitura:

A condenação de Saddam à morte divide o Ocidente

Tamanho do texto Aa Aa

Foi aos gritos “viva o povo” “viva a nação iraquiana” que Saddam Hussein recebeu a setença do seu primeiro julgamento em Bagdad. O antigo ditador foi condenado à morte por enforcamento pelo Supremo Tribunal Penal iraquiano que o julgou culpado na execução de 148 habitantes xiitas da aldeia de Doujail nos anos 1980, como represália por um atentado frustrado contra si e a sua comitiva.

Duas outras condenações à morte foram pronunciadas, uma contra um meio-irmão de Saddam, Barzan al-Tikriti, chefe dos serviços de informações iraquianos nessa altura, e outra contra o antigo presidente do tribunal revolucionário, Awad Ahmed Al- bandar. O antigo vice-presidente Taha Yassine Ramadan foi condenado a prisão perpétua. Bagdad esteve ontem isolada do resto do mundo e as forças de segurança mantém a vigilância máxima em todo o país.

.