Última hora

Última hora

Democratas e Republicanos tentam mobilizar eleitores

Em leitura:

Democratas e Republicanos tentam mobilizar eleitores

Tamanho do texto Aa Aa

Com o fim da campanha eleitoral e a poucas horas das eleições parlamentares norte-americanas, Democratas e Republicanos tentam angariar votos através do contacto directo com os eleitores. Os democratas esperam ganhar a maioria em pelo menos uma das câmaras do Congresso dos Estados Unidos. Pelo menos assim o predizem as sondagens, no entanto, os republicanos não vão dar a vitória de mão beijada aos adversários e contaram até aqui com o dinamismo de George W. Bush para mobilizar o eleitorado.

É normalmente neste campo que os republicanos ganham vantagem. Nos dias de eleições, o partido no poder nos Estados Unidos conta sempre com muito mais voluntários do que os democratas. Estes voluntários têm um papel importante nos resultados das eleições, na medida em que entre outras coisas, vão buscar pessoas com problemas de mobilidade a casa, como por exemplo os idosos, para os levarem às urnas.

Para passarem a controlar o Congresso, os Democratas têm que conquistar 15 assentos na Câmara dos Representantes e seis no Senado, isto se não perderem nenhum lugar. Tarefa difícil, mas não impossível, apesar dos Republicanos serem maioritários nas duas câmaras desde 1994. Apenas entre 2001 e 2003, os dois partidos partilharam a liderança do Senado com 50 membros cada.

Perto de 200 milhões de americanos são chamados às urnas para elegerem os 435 membros da Câmara dos Representantes e um terço, ou seja 33 lugares, do Senado. O novo Congresso toma posse em Janeiro de 2007.