Última hora

Última hora

EADS mergulha no vermelho

Em leitura:

EADS mergulha no vermelho

Tamanho do texto Aa Aa

A EADS, casa-mãe da construtora aeronáutica Airbus, teve prejuízo no último trimestre, por culpa dos encargos, estimados em mil milhões de euros, relacionados com os atrasos nas entregas do A380. No total dos primeiros nove meses do ano, a EADS teve um lucro líquido de 848 milhões de euros, a caír um terço em relação ao mesmo período do ano passado.

Comparando os terceiros trimestres dos últimos quatro anos, o consórcio teve em 2003 um prejuízo de 84 milhões de euros. Passou para o verde nos dois anos seguintes, com um lucro de 559 milhões no ano passado. A crise vivida na Airbus fez os números caírem novamente no vermelho, com perdas de 239 milhões no período de Julho a Setembro.

Esta crise fez também com que o grupo suspendesse todas as previsões para o próximo ano. Até nova ordem, a EADS não vai emitir qualquer estimativa de resultados para 2007. Apesar de tudo, o volume de negócios tem vindo a subir e prevê-se que seja de 37 mil milhões de euros, este ano.

As encomendas baixaram mais de um terço nos primeiros nove meses do ano, por culpa da Airbus, isto apesar do forte crescimento de outras filiais, como a Eurocopter ou a divisão para a construção espacial.

O grupo anunciou sucessivos atrasos nas entregas do A380, o que fez várias companhias cancelar encomendas.