Última hora

Última hora

Turquia divide candidatos socialistas no último debate televisivo

Em leitura:

Turquia divide candidatos socialistas no último debate televisivo

Tamanho do texto Aa Aa

O último debate entre candidatos à investidura socialista para as presidenciais francesas que decorreu esta noite ficou marcado pelas divergências sobre a questão da adesão da Turquia à União Europeia. Como previsto o debate foi consagrado aos temas da Europa e da política internacional, considerados como o ponto fraco da favorita das sondagens, Ségolène Royal.

Sobre a adesão da Turquia, a deputada socialista referiu que “se dentro de 10 ou 15 anos todas as condições estiverem reunidas, o papel do chefe de Estado na continuidade dos compromissos internacionais será de explicar ao povo francês que defende a adesão, mas o povo poderá pensar de outra forma.”

Se para Royal é preciso esperar 10 ou 15 anos para a adesão da Turquia, Dominique Strauss-Kahn diz que é necessário chegar a acordo com Ancara porque “se a Turquia não estiver ligada à Europa, passa para o outro lado e teremos exactamente à nossa porta um país fortemente identificado com o Iraque e com o Irão.”

Questionado sobre se nesse caso Bruxelas “deve aceitar toda a gente”, o antigo ministro da Economia e Finanças referiu que “todos não, mas os países do mediterrâneo, para que a Europa possa exercer as suas responsabilidades nesta região dentro de 30 ou 40 anos.”

Laurent Fabius, o único a assumir uma posição clara contra a adesão da Turquia, referiu que “a Europa que é descrita por Dominique Strauss-Kahn é uma Europa com 50 países e nesse caso não há nenhuma integração politica possível. Ou seja, dá-se o sentimento de se fazer melhor, mas dirigimo-nos para uma concepção de Europa do comércio livre.”

O antigo primeiro-ministro afirma querer “uma Europa social, ambiental e uma Europa democrática.”

No dia 16 de Novembro, 200 mil militantes decidirão através de um voto quem será o candidato socialista à presidência.

De acordo com as sondagens, Ségolène Royal tem uma vantagem de 20 por cento sobre os dois outros candidatos.