Última hora

Última hora

Bakiev ratifica carta magna para concentrar poderes no parlamento

Em leitura:

Bakiev ratifica carta magna para concentrar poderes no parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de Estado, Kourmanbeck Bakiev, ratificou hoje o novo tratado constitucional tornando o Quirguistão num sistema político parlamentar. O presidente cedeu às exigências da oposição após uma semana de protestos, para evitar o aprofundamento da crise que as tensões faziam adivinhar. “Não há vencidos neste caso, estamos todos a tentar chegar a um consenso na difícil reforma constitucional, que, acima de tudo, representa os interesses do povo”.

Após uma reunião entre as duas facções para acordar os pontos mais controversos, o texto foi aprovado no parlamento com 65 votos a favor, um contra e uma abstenção. A nova constituição marca a transição política do Quirguistão e faz do país a primeira ex-república soviética da Ásia Central a adoptar um sistema parlamentar.

As celebrações tomaram as ruas da capital. Esta cidadã quis expressar a sua alegria pelo facto de o novo texto ter sido adoptado. Está feliz por tudo ter acabado pacificamente e acredita que o mais importante é o acordo entre as duas partes. Mas os papéis parecem ter-se invertido. Manifestantes pró-Bakiev pedem agora um referendo sobre a nova constituição que consideram ter sido ratificada devido à pressão originada pelos protestos da oposição.

Quando foi eleito, Bakiev prometeu limitar os poderes da presidência, mas o fim do sistema presidencial só chegou mais de um ano depois.