Última hora

Última hora

Autoridades iranianas renovam as ameaças no âmbito do dossiê nuclear

Em leitura:

Autoridades iranianas renovam as ameaças no âmbito do dossiê nuclear

Tamanho do texto Aa Aa

O enviado especial iraniano para as negociações com a comunidade internacional, Ali Larijani, garante que o Irão vai rever as relações com a Agência Internacional de Energia Atómica, caso o Conselho de Segurança das Nações Unidas adopte as sanções económicas propostas pela “troika” da União Europeia, sem ter em conta a solução apresentada pela Rússia.

Alemanha, Grã-Bretanha e França redigiram as sanções que querem ver aprovadas pelo Conselho de Segurança, que é composto por mais três grandes potências: Estados Unidos, Rússia e China.

O presidente do Irão, Mahmoud Ahmadinejad, dirigiu-se ao povo iraniano para dizer que nem a comunidade internacional nem os Estados Unidos vão conseguir travar o programa nuclear iraniano.

O Irão quer que o Conselho tenha em conta a proposta russa que vai no sentido de criar uma sociedade russo/iraniana para o enquecimento de urânio. Até aqui, as autoridades iranianas estão de acordo. O problema é que a Rússia propõe que o processo seja concretizado em território nacional e Ahmadinejad exige que o enriquecimento seja feito no Irão.