Última hora

Última hora

MI5 diz que o Reino Unido está sob a ameaça terrorista

Em leitura:

MI5 diz que o Reino Unido está sob a ameaça terrorista

Tamanho do texto Aa Aa

A directora dos serviços secretos britânicos revelou que o MI5 está a par de 30 conspirações para realizar ataques na Grã-Bretanha, ameaças que poderão envolver armas químicas ou nucleares. Eliza Manningham-Butler diz que mais de 1600 pessoas são suspeitas de pertencerem a 200 células ou redes terroristas a operarem em solo britânico ou no estrangeiro. O ministro do Interior John Reid pensa que “é melhor dizer ao público britânico: estamos num nível de ameaça que indica que é provável um ataque, sabemos que os terroristas estão a tentar atacar”.

A inevitabilidade de um atentado é defendida por vários analistas. Para o professor Michael Clarke, do Kings College de Londres, as declarações da directora dos serviços secretos tiveram, em parte, uma motivação concreta: “preparar-se para futuras falhas”. Clarke diz que “é inevitável, com tantos grupos, que alguns escapem à rede de segurança, porque é impossível segui-los a todos”.

Na memória recente dos britânicos estão ainda os atentados terroristas de 7 de Julho de 2005 contra a rede de transportes de Londres que fizeram 52 mortos e mais de 700 feridos. Escassas duas semanas depois, falhava um novo ataque, de características semelhantes, que visava três linhas do metropolitano e um autocarro da capital britânica.