Última hora

Última hora

Participação esmagadora e vitória incontestável do "sim" à independência na Ossétia do Sul

Em leitura:

Participação esmagadora e vitória incontestável do "sim" à independência na Ossétia do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

Foi massiva a vitória do “sim” à independência na região separatista da Ossétia do Sul. Os eleitores foram para as ruas festejar os resultados ignorando as alegações ocidentais de que a consulta não tem valor legal. O “presidente” também foi reeleito por mais de 90% do eleitorado.

Eduard Kokoity, apelou à união dos ossetas numa mensagem de confiança na independência da Geórgia e na união da Ossétia do sul e do norte. Ignorando as preocupações internacionais sobre a desestabilização da região, as autoridades locais acreditam que se trata de um primeiro passo para chegar ao reconhecimento e eventualmente a uma união com a Rússia.

Situada na Geórgia, a Ossétia do sul é uma região separatista pró-russa que ambiciona a união com a Ossétia do norte, que faz parte da Rússia. Vinte mil refugiados na vizinha Ossétia do Norte participaram no referendo. Este resultado esperado surge numa fase tensa das relações entre Tbilissi e Moscovo, após a Rússia ter cortado todas as comunicações com a Geórgia na sequência de uma contenda sobre espionagem. Desde a década de noventa que a província goza de uma independência conquistada pela luta armada e não reconhecida internacionalmente.