Última hora

Última hora

Presidente da Deutsche Telekom substituído

Em leitura:

Presidente da Deutsche Telekom substituído

Tamanho do texto Aa Aa

A Deutsche Telekom está a viver uma revolução ao nível da cúpula. Rene Obermann é o novo homem-forte do grupo, depois da demissão do anterior presidente executivo. Kai-Uwe Ricke decidiu deixar o posto, depois da operadora alemã de telecomunicações ter emitido um alerta sobre lucros.

Obermann era até agora presidente da divisão de telemóveis T-Mobile e traça o diagnóstico do grupo para os próximos tempos: “As condições de mercado da Deutsche Telekom vão continuar difíceis. Enfrentamos uma concorrência muito forte, isso não é segredo para ninguém. Há muita pressão ao nível dos custos e as mudanças tecnológicas são enormes”.

Essa concorrência está por detrás da queda nos lucros da empresa. Depois de resultados de 6,2 mil milhões de euros no total de 2005, este ano os números têm vindo a caír de trimestre para trimestre, com 1,2 mil milhões realizados entre Julho e Setembro.

Kai-Uwe Ricke comandou os destinos da Deutsche Telekom nos últimos quatro anos. Durante esse período, as acções do grupo ganharam cerca de 20%, um desempenho abaixo da média do sector. Jürgen Kurz, analista, diz que “Ricke hesitou muito antes de enfrentar os problemas e dizer, alto e bom som, que a Telekom precisava de uma reforma urgente para poder impor-se no mercado”.

Os analistas têm algumas dúvidas sobre se Obermann significa, ou não, uma mudança de rumo em relação à gestão do anterior presidente. A redução do quadro de pessoal é uma das medidas consideradas necessárias para a reforma do grupo, mas isso precisa da aprovação do principal accionista, o Estado alemão.