Última hora

Última hora

Temperaturas amenas castigam negócio da roupa

Em leitura:

Temperaturas amenas castigam negócio da roupa

Tamanho do texto Aa Aa

O Verão de São Martinho traz sol e temperaturas amenas, mas nem todos agradecem. Os comerciantes de roupa estão a sentir os efeitos negativos do tempo demasiado quente para a época. As camisolas de lã e os sobretudos ficam nas montras, mas ninguém os quer comprar. Primeiro, porque não está tempo para isso. Segundo, porque as pessoas preferem esperar pelos saldos.

Portugal é um dos países onde o fenómeno mais se faz sentir. Alguns comerciantes falam em quedas de 40% nas vendas: “Tentamos compensar a queda no volume de vendas com a inclusão de outras roupas na colecção, uma vez que os artigos mais caros são as malhas grossas”, diz Dina reis, gerente de uma loja. As temperaturas pouco habituais para a época estão a fazer-se sentir um pouco por toda a Europa. Na Bélgica, um inquérito feito por um sindicato dá conta de uma queda de 10% nas vendas, o que está a obrigar as lojas a fazer promoções.