Última hora

Última hora

Oficiais detidos por alegada implicação em sequestro em massa

Em leitura:

Oficiais detidos por alegada implicação em sequestro em massa

Tamanho do texto Aa Aa

O sequestro em massa no edifício do ministério do Ensino Superior em Bagdade motivou os responsáveis pela segurança a criar um gabinete de crise para solucionar o caso. Cinco altos oficiais da polícia foram detidos por suposta implicação. Um porta-voz do governo desvalorizou informações iniciais que davam conta que mais de 100 homens tinham sido raptados e disse acreditar que o número de sequestrados não era superior a 50. Ali al-Dabbagh revelou ainda que 20 tinham já sido libertados.

Homens armados com uniformes de comandos da polícia chegaram ao local em carrinhas de caixa aberta, também vulgarmente utilizadas pelas forças da ordem, e entraram no edifício. Depois de separarem os homens das mulheres e consumaram o sequestro.

O ministro do Ensino Superior pertence ao maior bloco parlamentar sunita daí que não esteja descartada a hipótese de uma acção sectária. O ministro do Interior é xiita. Esta terça-feira voltou a ser um dia sangrento. Só em Mossul onze pessoas morreram na sequência de uma série de ataques de rebeldes. Um repórter de imagem encontra-se entre as vítimas mortais.

Em Ramadi o exército norte-americano envolveu-se com rebeldes sunitas. Pelo menos 35 pessoas morreram. Na noite passadade segunda para terça-feira, em Bagdade, as forças norte-americanas ter-se-ão envolvido em confrontos com milicianos xiitas do Exército de Mahdi, um grupo radical liderado Moqtad al-Sadr. O pentágono não confirmou ter desenvolvido a operação militar. Pelo menos 6 pessoas morreram.