Última hora

Última hora

Deutsche Börse desiste de comprar Euronext

Em leitura:

Deutsche Börse desiste de comprar Euronext

Tamanho do texto Aa Aa

A Deutsche Börse, empresa da bolsa de Frankfurt, anunciou que desistia da oferta lançada à bolsa pan-europeia Euronext, o que abre caminho à New York Stock Exchange para realizar esta compra e formar, com a Euronext, a primeira bolsa transatlântica, que será também o maior mercado de capitais do mundo.

Reto Francioni, presidente da Deutsche Börse, explica as razões para a desistência: “Deixamos este projecto e vamos concentrtar-nos noutras opções que temos. Acho que esta é a altura certa. Olhamos para o futuro com optimismo. Deixámos bem claro as nossas condições para nos juntarmos a esta cooperação. Não houve uma grande reacção, sobretudo da parte dos accionistas da Euronext. A situação geral deixou pouca margem para dúvidas. Abandonámos o projecto”.

A Euronext é a plataforma formada pelas bolsas de Paris, Amesterdão, Bruxelas e Lisboa. É um alvo de compra apetecível, agora à mão dos norte-americanos. O negócio pode ser anunciado já no próximo mês.

A NYSE, bolsa de Wall Street, é a maior bolsa do mundo. As acções que estão lá cotadas somam 18 biliões de euros. Nesta classificação, seguem-se as bolsas de Londres e Tóquio. A Euronext é quarta, com as acções cotadas a somar a valorização de 3,7 biliões.

Ao mesmo tempo que se discute este negócio, outra notícia está a agitar o mundo das bolsas. Um grupo de bancos e corretoras quer lançar uma nova bolsa pan-europeia no próximo ano, com o objectivo de obrigar a LSE e outros mercados a baixar as tarifas.

o grupo é liderado pelo Citigroup e inclui também o UBS, o Crédit Suisse, o Deutsche Bank e corretoras como a Morgan Stanley, a Goldman Sachs ou a Merryl Lynch.