Última hora

Última hora

Governo italiano recorre a moção de confiança para acelerar aprovação do Orçamento

Em leitura:

Governo italiano recorre a moção de confiança para acelerar aprovação do Orçamento

Tamanho do texto Aa Aa

A partir desta tarde, o Parlamento italiano vota uma moção de confiança ao Orçamento de Estado 2007. A manobra do governo visa acelerar a aprovação da proposta, acabar com as manobras da oposição e conter a contestação no seio da coligação governamental.

A proposta orçamental, apresentada ontem, prevê austeridade em todos os sectores e uma redistribuição. O presidente do Conselho, Romano Prodi, acusa Silvio Berlusconi de ter deixado o país em ruínas, e garante que a medida é necessária para sanar as finanças públicas tendo em conta o grande trabalho que tem pela frente.

Desde 2002, que o défice público italiano ultrapassa os 3% do PIB fixados pelo Pacto de Estabilidade. Roma quer cumprir o limite em 2007, prevendo para tal um corte de cerca de 40 mil milhões de euros.

A proposta essa é fortemente contestada. Ontem, foi a vez da manifestação de trabalhadores precários, estudantes e professores universitários.

Se o parlamento rejeitar a moção de confiança, Prodi será obrigado a demitir-se, mas tal hipótese é pouco provável tendo em conta exemplos dos últimos seis meses.