Última hora

Última hora

Protestos ensombram início da cimeira do G20 em Melbourne

Em leitura:

Protestos ensombram início da cimeira do G20 em Melbourne

Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos violentos de activistas anti-mundialização marcaram o início da cimeira do G20 Finanças (para se destacar do G20 dos 20 países emergentes), este sábado em Melbourne, a segunda cidade da Austrália. Algumas centenas de manifestantes tentaram romper as barreiras de segurança em torno do local da reunião. Lançaram garrafas e caixotes do lixo, mas não conseguiram passar e entraram em confronto com a polícia.

As autoridades não comunicaram qual o número de feridos e de detenções. O G20 Finanças é composto pelos ministros das Finanças de 20 países industrializados e emergentes, governadores dos bancos centrais e líderes de organismos económicos mundiais. Representam 90% da economia do planeta e até amanhã estudam os riscos e formas de manter a prosperidade mundial face à crescente necessidade energética. As questões climáticas são um dos pontos, mas os participantes tendem a minimizar o relatório alarmante de um economista sobre os custos financeiros do aquecimento global.

As manifestações essas começaram de forma pacífica. Cerca de três mil pessoas, longe das dez mil esperadas pelos organizadores, juntaram-se num ambiente de festa para interceder a favor dos países mais pobres, do comércio justo e do ambiente.