Última hora

Última hora

LSE rejeita nova proposta de Nasdaq

Em leitura:

LSE rejeita nova proposta de Nasdaq

Tamanho do texto Aa Aa

A administração da London Stock Exchange (LSE) rejeitou a mais recente oferta da Nasdaq. A bolsa norte-americana dos valores tecnológicos apresentou uma nova proposta para a compra da bolsa de Londres, ao oferecer quatro mil milhões de euros, mais dois quintos que a proposta anterior. O objectivo é formar o maior mercado de capitais do mundo em número de empresas cotadas.

A bolsa tecnológica quer também formar um mercado, que pode ou não vir a ser o primeiro. Isto porque a compatriota New York Stock Exchange (NYSE) está interessada na compra da Euronext, o que pode formar uma bolsa com acções cotadas no valir de 21 biliões e meio de euros, à frente do duo Nasdaq/LSE, e ainda das bolsas de Tóquio e Frankfurt.

As maiores bolsas da Europa parecem estar em vias de caír em mãos norte-americanas. a LSE é um dos mercados de capitais mais cobiçados, mas até agora tem resistido a todas as ofertas de compra. A empresa da bolsa de Frankfurt, Deutsche Borse, tentou a compra da LSE e, mais recentemente, da Euronext.

No entanto, acabou por desistir da compra do mercado pan-europeu. O presidente da Deutsche Boerse, Reto Francioni, queixou-se então da falta de aopio dos accionistas, deixando o caminho livre para a NYSE concretizar a compra. A Euronext é a entidade formada plas bolsas de Lisboa, Paris, Bruxelas e Amesterdão. Todas estas aproximações inserem-se num esforço global de consolidação dos mercados bolsistas, com os clientes a fazer pressão para uma redução das tarifas e para a oferta de serviços globais.