Última hora

Última hora

Rapto da CIA origina mudanças na secreta italiana

Em leitura:

Rapto da CIA origina mudanças na secreta italiana

Tamanho do texto Aa Aa

O governo italiano substituiu as cúpulas dos serviços secretos transalpinos na sequência de uma polémica desencadeada pelo alegado envolvimento no rapto de um imã muçulmano pela CIA americana na cidade de Milão em 2003. O general Nicolo Pollari, chefe dos serviços secretos militares, foi substituídio pelo almirante Bruno Branciforte.

A substituição do director e dos seus braços-direitos ocorre depois da investigação levada a cabo pela procuradoria de Milão que acusou os serviços de informações italianos de colaborarem com a espionagem norte-americana no sequestro do imã Abu Omar, suspeito de envolvimento com redes terroristas internacionais. A procuradoria pretende saber se os serviços secretos e o governo da época estavam ao corrente das actividades dos espiões americanos em solo italiano. Dois dos adjuntos de Pollari encontram-se em prisão domiciliária.