Última hora

Última hora

Siniora apela à coesão nacional

Em leitura:

Siniora apela à coesão nacional

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe de governo do país do cedro instou todos libaneses a permanecerem unidos numa altura em reacção à morte do ministro da Industria, Pierre Gemayel. Sublinhou que agora, “mais do que nunca é tempo de coesão nacional” e que não se pode deixar os “terroristas controlarem o destino da nação”.

O pai do ministro assassinado, o antigo Presidente libanês, Amin Gemayel, relembrou todos os membros da sua família que foram martirizados e fez um apelo. “Tenho um desejo. Que seja uma noite de prece para que possamos reflectir no significado deste martírio e como podemos proteger este país. Apelo às pessoas, aqueles que se orgulham do martírio do Pierre, preservem a sua causa. Nada de reacções ou vinganças”. Saad Hariri, filho do antigo primeiro-ministro Rafic Hariri, assassinado em Fevereiro do ano passado, disse que a revolução do cedro está a ser atacada e apontou o dedo à Síria.