Última hora

Última hora

Fusão Suez/GDF vai ser decidida em período eleitoral

Em leitura:

Fusão Suez/GDF vai ser decidida em período eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

As decisões sobre a projectada fusão entre a Gaz de France (GDF) e a Suez vão ser tomadas só em Março. O tribunal da relação de Paris confirmou a decisão da primeira instância, de adiar a reunião do Conselho de Administração da GDF. Ambas as empresas estão sediadas em França. Os números da Suez, uma entidade privada que controla a principal empresa energética da Bélgica, são bastante superiores aos dos da semi-estatal GDF, quer em termos de facturação, quer em termos de valor de mercado e de quadro de pessoal.

Isto significa que o debate sobre a fusão fica para as vésperas das eleições presidenciais e legislativas francesas. Jean-Pierre Sotura, sindicalista da CGT, diz que “o governo quis apressar o calendário para evitar o debate numa altura de eleições decisivas”.

Já o porta-voz do governo, Jean-François Copé, diz que “espera que o presidente da GDF apresente aos órgãos da empresa, sem qualquer atraso, o calendário e as modalidades segundo as quais se vai finalizar esta fusão”. O adiamento tinha sido pedido pelos sindicatos, com o argumento de que os trabalhadores não tinham sido suficientemente informados. A fusão obrigou o parlamento francês a aprovar uma lei feita por medida, para permitir a privatização da GDF.