Última hora

Líbia pede dinheiro à Europa

Em leitura:

Líbia pede dinheiro à Europa

Tamanho do texto Aa Aa

Em Tripoli, na sessão de abertura da conferência sobre migrações e desenvolvimento o governo líbio pediu à União Europeia que disponibilize 7,8 mil milhões de euros por ano para ajudar ao desenvolvimento de África e evitar os grandes fluxos de imigrantes ilegal. O vice-presidente da Comissão Europeia, Franco Frattini, defendeu a necessidade de abrir o mercado europeu do trabalho aos migrantes africanos, adoptando um sistema de quotas tendo em conta as necessidades de cada país.

Fratini explicou que a Imigraçao não um problema de segurança mas de eliminair a profunda pobreza de certos países. A UE ofereceu 1,5 milhões de euros para apoiar um projecto italiano que consiste em vigiar a fronteira da Líbia com o Níger, uma operação que foi já criticada por organizações de defesa dos direitos humanos. Até agora, a Líbia não deu autorização aos países europeus para patrulharem as suas águas territoriais.

.