Última hora

Última hora

TNT alemã refuta acusações de trabalho infantil

Em leitura:

TNT alemã refuta acusações de trabalho infantil

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo holandês de distribuição de encomendas TNT está a ser acusado, na Alemanha, de utilizar trabalho infantil. A filial alemã TNT Post está a dar trabalho a adolescentes de 13 anos, para distribuírem panfletos durante períodos de três horas diárias.

A administração garante que, nestes moldes, não há qualquer infracção à lei. Uma opinião diferente tem o sindicato dos serviços, Ver.di, que aponta o dedo à TNT. O grupo terá afixado cartazes, na região da Vestfália, a pedir carteiros com uma idade mínima de 13 anos. Um dirigente deste sindicato diz que, com isto, o grupo holandês passou todos os limites.

Segundo a TNT, o trabalho de carteiro é reservado aos trabalhadores com a idade legal mínima. A ocupação dada aos adolescentes é a distribuição de folhetos. Trata-se de um trabalho a tempo parcial, que permite aos jovens ganhar algum dinheiro de bolso, entre 10 a 15 euros por dia. Garante que está dentro da lei, até porque é necessária uma autorização dos pais.