Última hora

Última hora

Ciganos são as principais vítimas de discriminação racial na Europa

Em leitura:

Ciganos são as principais vítimas de discriminação racial na Europa

Tamanho do texto Aa Aa

A comunidade cigana continua a ser a maior vítima de discriminação racial na Europa. Quem o diz é o relatório divulgado esta terça-feira por uma agência da União Europeia (UE) que denuncia a persistência das discriminações raciais em relação às minorias étnicas e aos imigrantes no seio dos Vinte e Cinco. De acordo com o Observatório da UE para os fenómenos racistas e anti-semitas, os Roms, ou melhor os ciganos do leste europeu, estão particularmente expostos à violência e aos crimes racistas.

Por este motivo, o Parlamento Europeu recebeu o bailarino de flamengo Joaquin Cortés, de etnia cigana, numa iniciativa que o próprio afirmou ser um prazer para si, mas que espera que “não seja um simples encontro, mas que possamos ir mais além e que num futuro próximo possamos ver como as gerações da cultura cigana vivem melhor e sobretudo se adaptam à sociedade para que todos possam conviver em harmonia.” Ainda de acordo com o relatório do observatório sediado em Viena, na Áustria, a violência de que os ciganos são vítimas é da responsabilidade não só das forças policiais, mas também da sociedade civil.