Última hora

Última hora

Medias norte-americanos qualificam conflito iraquiano de "guerra civil"

Em leitura:

Medias norte-americanos qualificam conflito iraquiano de "guerra civil"

Tamanho do texto Aa Aa

Um avião de combate F-16 norte-americano despenhou-se com o piloto a bordo, a cerca de 30 quilómetros nordeste de Bagdad, na província de Anbar, no Iraque. A destruição do aparelho é reclamada por dois grupos rebeldes iraquianos que afirmam tê-lo abatido. O actos de violência multiplicam-se dia para dia e há quem não hesite em qualificar de guerra civil o conflito que devora o país. A cadeia norte-americana NBC anunciou que passará a qualificar de “guerra civil” o conflito iraquiano, seguindo assim de perto vários outros medias norte-americanos, em prejuízo da Casa Branca. A administração Bush rejeitou de novo, o qualificativo de “guerra civil” para o conflito.

Entretanto, pelo menos dezasseis pessoas morreram ontem nove polícias e sete civis – e mais 20 ficaram feridas, em confrontos violentos em três quarteirões no sul e ocidente de Bagdad. Estes conflitos seguem-se ao levantamento do recolher obrigatório imposto na quinta-feira, quando atentados em Sadr City, bastião radical xiita a leste de Bagdad, fizeram 200 mortos e 250 feridos.