Última hora

Última hora

Afeganistão e Balcãs dominam cimeira da NATO

Em leitura:

Afeganistão e Balcãs dominam cimeira da NATO

Tamanho do texto Aa Aa

Um compromisso para o Afeganistão e o alargamento da Aliança Atlântica a países dos Balcãs. São estas as principais conclusões da cimeira da NATO em Riga, na Letónia. Na declaração final do encontro, os líderes dos 26 países membros assumiram a restauração da paz e estabilidade em território afegão como “prioridade-chave” da Aliança, comprometendo-se com a flexibilização da Força Internacional de Assistência à Segurança (ISAF).

O secretário-geral da NATO foi, por seu lado, encarregado de avançar propostas para um Grupo de Contacto internacional que assista à reconstrução do Afeganistão, uma ideia lançada pela França. A Aliança ofereceu à Sérvia, à Bósnia-Herzegovina e ao Montenegro a oportunidade de darem o primeiro passo no caminho de adesão à NATO. A procuradora do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, Carla del Ponte, lamentou este convite. O dia de encerramento da cimeira ficou ainda marcada pelo aniversário do presidente francês, Jacques Chirac.