Última hora

Última hora

CE corta nos PNA de licenças de gases poluentes de 10 Estados-membros

Em leitura:

CE corta nos PNA de licenças de gases poluentes de 10 Estados-membros

Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Europeia decidiu cortar em sete por cento as propostas de redução de Planos Nacionais de Atribuição (PNA) de licenças de emissão de gases poluentes para 2008-2012 apresentadas por dez estados-membros da União Europeia (UE). De acordo com o comissário europeu do Ambiente, Stravos Dimas, este corte “mostra o total empenho da Europa no cumprimento do Protocolo de Quioto e em fazer do Comércio Europeu de Licenças de Emissões (CELE) um sucesso”.

A metodologia seguida foi a mesma para todos os países. São eles a Alemanha, a Grécia, a Irlanda, a Letónia, a Lituânia, o Luxemburgo, Malta, a Eslováquia, a Suécia e o Reino Unido. Estava previsto que a França estivesse incluída neste grupo, mas, segundo o comissário, Paris pediu a retirada do seu plano alegando querer melhorá-lo.

O objectivo do CELE é assegurar que as emissões de gases causadores do efeito de estufa sejam reduzidas com o menor custo económico, no cumprimento do compromisso assumido no Protocolo de Quioto de reduzir as emissões de gases em oito por cento até 2012, em relação a 1990. Até final do ano, Bruxelas decidirá sobre os restantes PNA, incluindo o de Portugal.