Última hora

Última hora

Idade da reforma no Reino Unido vai subir para 68 anos

Em leitura:

Idade da reforma no Reino Unido vai subir para 68 anos

Tamanho do texto Aa Aa

Os deputados britânicos aprovaram hoje a nova lei das pensões, que prevê um aumento gradual da idade da reforma. A nova lei vai também criar uma igualdade, neste campo, entre homens e mulheres, o que não acontece agora. O governo de Londres incita os britânicos a poupar em esquemas de pensões privados, para evitar a bancarrota do actual sistema de segurança social.

Ao mesmo tempo, a duração mínima dos descontos, para ter direito à reforma por inteiro, desce dos 44 anos, para os homens, e 39, para as mulheres, para os 30 anos, para ambos os sexos. Segundo o diploma, ao longo dos próximos 40 anos a idade para poder receber a reforma é aumentada gradualmente até aos 68 anos. A pensão mínima, para as mulheres, sobe para o equivalente a 185 euros por semana.

Tudo isto somado significa que vai ser preciso trabalhar menos anos para ter direito à reforma, mas ao mesmo tempo vai ter que se esperar mais para receber o dinheiro. Também na Alemanha há mudanças importantes à vista, no que toca às leis sobre as pensões.

O governo prepara um pacote legislativo que tem dois grandes vectores: o primeiro, em tudo semelhante à nova lei britânica, prevê aumentar a idade da reforma para os 67. O segundo tem a ver com uma série de medidas para favorecer o emprego de pessoas com mais de 50 anos. O Estado vai pagar subsídios às empresas que empreguem seniores. Actualmente, metade das empresas alemãs não tem qualquer trabalhador nesta faixa etária.