Última hora

Última hora

Bento XVI visita mesquita azul de Istambul

Em leitura:

Bento XVI visita mesquita azul de Istambul

Tamanho do texto Aa Aa

Um momento histórico e o mais simbólico da viagem do Papa Bento XVI à Turquia.
O sumo pontífice visitou a mesquita azul de Istambul, um dos locais de culto mais importantes do país. Foi a segunda vez que um papa entrou numa mesquita, depois de João Paulo II em 2001, ter visitado a de Omeya em Damasco.

Este gesto de Bento XVI é tido como mais um passo para apaziguar a indignação muçulmana pela polémica citação do chefe de igreja católica, na universidade de Ratisbona, sobre o islão. A mesquita, cujo nome deriva dos seus azulejos azuis, ergue-se em frente da Hagha Sofia aquela que foi durante um século a maior igreja cristã do mundo e que o papa também visitou.

O edifício, com mais de 1500 anos e outrora centro espiritual cristão, é agora um museu, depois de ter sido também uma mesquita. O terceiro dia de Bento XVI na Turquia começou com uma missa celebrada pelo líder espiritual da igreja cristã ortodoxa, o patriarca ecuménico Bartolomeu primeiro.

Bento XVI e Bartolomeu I assinaram uma declaração conjunta na qual católicos e ortodoxos se unem na luta contra a ameaça à tradição cristã e liberdade religiosa. Para hoje estavam previstas manifestações em Istambul contra a visita de Bento XVI, mas apenas algumas dezenas de pessoas protestaram.